Para destaque

O ‘EU PROFISSIONAL’ QUESTIONADO

O C-Lab subiu no dia 13 de Setembro ao Palco da Gulbenkian para a apresentação da 8ª edição das Tendências de Mudança do Consumidor em Portugal.

Com esta investigação surge a crença de que se inaugura um novo ciclo no que toca ao consumidor português. Ainda que a bricolage identitária se mantenha válida, diagnosticamos movimentos que extravasam o micro e passam a apontar para decisões de vida de outra magnitude.

A grande força de mudança que está a despoletar essas decisões de vida parece ser a insatisfação com o ‘eu profissional’, com empregos e ambientes de trabalho que não acompanharam a evolução rápida de outras esferas da vida, que não trouxeram novidade, ou pior, não são manipuláveis, trazem sensação de aprisionamento, inibem a expressão pessoal.

Esta investigação fala de pessoas que parece terem crescido mais do que as organizações.

Depois da apresentação das 7 tendências, a sessão foi animada por um painel de convidados que contribuíram para a reflexão que ali se teve: o Paulo Soeiro de Carvalho, Director de Economia e Inovação da Câmara Municipal de Lisboa, o Rudolf Gruner, Director Geral do Observador e o Joaquim Falcão de Lima, Director de Marketing Estratégico da Brisa.

As 7 tendências C 2017:

  • 2nd Places Idealizados
  • Casa 24×7: recriação de vida e de valor
  • Comércio de Emoções
  • Os Novos Pacotes, uma forma de curadoria
  • [RE]Focar
  • A Cultura dos Jogos
  • Futuros Imaginados: expectativa das marcas que o antecipam

Written by

The author didnt add any Information to his profile yet

Leave a Comment